OUÇA A RÁDIO

Hoje começa a maior festa popular do Brasil

A palavra Carnaval é originária do latim, carnis levale, ou seja, retirar a carne

Redação Fatos & Notícias 

Texto: Haroldo Cordeiro Filho

A festa é de todos (Foto: Reprodução)

A antropologia explica da seguinte forma: o carnaval é um ritual no qual os papéis sociais são invertidos e as normas de comportamento são suspensas. A palavra Carnaval é originária do latim, carnis levale, ou seja, retirar a carne. A partir do século VIII, a Igreja, para popularizar a quaresma, inclui a festa pagã no calendário litúrgico, e é claro, obter um controle maior sobre os pagãos, mesmo achando que se invertia também a relação entre Deus e o demônio.
Aqui no Brasil, a festividade teve início no período colonial com o entrudo, festa de origem portuguesa que, na época, era praticada pelos escravos. Nos anos posteriores surgiram outras manifestações como cordões e ranchos, festa de salão, os corsos e as escolas de samba, frevos e maracatus, marchinhas e sambas, e todas se tornaram tradição cultural no carnaval brasileiro.
Hoje, como marca, o carnaval é uma indústria que envolve vários setores econômicos, que buscam fomentar seus negócios no período de festa. A comercialização foi inevitável e, hoje, o principal objetivo é atrair, a todo custo, turistas de todo o mundo, mesmo que para isso furtem o melhor dos saudosos tempos, que tinham como essência a ingenuidade e a euforia dos foliões. Tempos em que as famílias participavam, nos clubes havia matinê, nas ruas, as bandas desfilavam fantasiadas de índio, palhaço e pirata, sempre com muito humor.
Nos dias atuais a festa foi abatida pela violência, os mascarados que eram tão comuns nos bairros, que saíam para chamar a atenção dos moradores, sumiram, as máscaras usadas hoje são de autoridades ou de empresários que fizeram algum mal (roubaram) a sociedade. A regra é apresentar fantasias e alegorias suntuosas para um público que conseguiu comprar os caros ingressos de arquibancadas e camarotes, outrora simples.
Mas vejo que a essência do carnaval continua, vejo no olhar das nossas crianças, dos nossos jovens e dos adultos. Deixemos as diferenças de lado, a festa é de todos, vamos brincar, vamos nos divertir, vamos nos respeitar… Merecemos viver esse grande momento que é o carnaval, manifestação de um dos sentimentos mais primitivos do ser humano, a alegria.
Ah, não esqueça, sexo seguro é com camisinha e se beber, não dirija!

Haroldo Cordeiro Filho
Jornalista – DRT 003818/2018 
Microempresário e Coordenador-geral da ONG Educar para Crescer

Haroldo Cordeiro Filho

Haroldo Cordeiro Filho

Jornalista haroldojornalfatosenoticias .es@gmail.com
Luzimara Fernandes

Luzimara Fernandes

Jornalista redacaojornalfatosenoticias .es@gmail.com
Rafaela Rangel

Rafaela Rangel

Nutricionista CRN-ES 08100271-rafaelarangel. nutricionista@gmail.com
Jorge Pacheco

Jorge Pacheco

Advogado, Radialista e Jornalista redacaojornalfatosenoticias .es@gmail.com

Sobre nós

Nossa missão é informar de maneira isenta e independente e ser referência, no Estado, em conteúdo focado na responsabilidade social e ambiental.

Contatos

  • Vitória - ES - Brasil
  • (27) 3070-2951
  • jornalfatosenoticias.es@gmail.com

Clima

booked.net

© Copyright 2019 - 2021 - Jornal Fatos & Notícias.

Fabrício de Queiroz, motorista de Flávio Bolsonaro movimentou 1,2 milhão de reais. Muito suspeito, não?

Redação Fatos & Notícias