01 de fevereiro de 2018

Orca consegue imitar a voz humana pela primeira vez

Wikie foi treinada em um aquário francês como parte de uma pesquisa escocesa que estuda como as orcas se comunicam com outras espécies

 

Redação Fatos & Notícias

Wiki, a primeira orca a repetir palavras (Foto: Marineland Aquarium)

 

"Hello”, “bye bye”, “Amy” e “one, two, three” são algumas das palavras que a orca Wikie aprendeu com os treinadores do Marineland Aquarium, em Antibes, França. O treinamento faz parte de uma pesquisa da Universidade de St. Andrews, na Escócia.
Em estudos anteriores, as orcas já haviam demonstrado a habilidade de se comunicar com outras espécies. Esta é a primeira vez que uma delas é treinada para repetir sons humanos. O resultado pode ser ouvido aqui.

A pesquisa
 

Apesar do feito parecer divertido, o caminho até o aquário não é algo agradável. Elas são separadas de seus grupos pelos capturadores dos aquários e colocadas em um novo ambiente, onde encontram orcas de outros bandos. Acontece que cada um desses grupos tem o seu próprio “dialeto”. Então, elas precisam se adaptar até encontrarem uma vocalização comum.

Uma pesquisa de 2014 mostrou que as orcas também têm a habilidade de se comunicar com outras espécies. Ao longo de três anos, três orcas conviveram com golfinhos e acabaram mudando suas vocalizações para algo mais semelhante ao deles, incluindo sons de cliques e assobios, característicos dos golfinhos.
A pesquisa da Universidade de St. Andrews quer ajudar a explicar essa habilidade de comunicação das orcas ensinando a repetir alguns sons humanos.

Aprendendo a falar
A imitação das orcas não chega a ser tão fiel quanto a dos papagaios, mas é um dos poucos mamíferos que têm a capacidade de reproduzir sons como os humanos. "Em mamíferos, isso é muito raro", diz o pesquisador Josep Call, em entrevista à BBC. "Humanos obviamente são bons nisso. Curiosamente, os outros mamíferos que fazem isso bem são marinhos".
Os sons de Wikie foram produzidos enquanto ela estava parcialmente imersa na água, com a cavidade nasal exposta na superfície (sons feitos embaixo d’água são completamente diferentes). Para reproduzir os sons, a orca foi ensinada a controlar a pressão do orifício, que é usado para expelir água e respirar.

Fonte: Galileu.com



COLUNISTAS



Fernanda Prates
Advogada redacaojornalfatosenoticias.es@gmail.com

Gislene Ataíde
Coach de Carreira, Palestrante e Consultora de Gestão Organizacional redacaojornalfatosenoticias.es@gmail.com

Jorge Pacheco
Advogado, Radialista e Jornalista redacaojornalfatosenoticias.es@gmail.com

Karin Alessandra
Psicóloga redacaojornalfatosenoticias.es@gmail.com

Felipe Moro Loureiro
Professor Doutor em Ciência, na UCL redacaojornalfatosenoticias.es@gmail.com

Walmir da Hora
Economista Empresarial, especialista em Gestão Estratégica redacaojornalfatosenoticias.es@gmail.com

Luzimara Fernandes
Jornalista redacaojornalfatosenoticias.es@gmail.com

Vanderlei Santos Rodrigues
Professor e Especialista em Educação Física redacaojornalfatosenoticias.es@gmail.com

Vinicius Nery
Estudante de Jornalismo na Ufes redacaojornalfatosenoticias.es@gmail.com

Edmilson Alves
Corretor de Imóveis redacaojornalfatosenoticias.es@gmail.com

Dr. Arnaldo Marques Junior
-

Prof.Raphael Balsa
-

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES