OUÇA A RÁDIO

É Isso Aí – O “mísero” salário do general

O general da reserva Augusto Heleno, foi indicado para ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI)

Redação Fatos & Notícias
Texto: Jorge Pacheco

O que você acha dessa lamentação do guapo general? Eu tenho a minha opinião, mas ela vai ficar para ser vista mais lá embaixo. Apesar dele achar pouco é muito mais do que ganham 99% dos brasileiros.
Vamos, entretanto, lembrar que o trabalhador brasileiro – o homem e a mulher – que são, na verdade, a “locomotiva” que puxa a vida econômica do País, amarga um mísero salário de R$ 998 – um valor diário de R$ 33,27, e o valor por hora, em R$ 4,54. Que tal hein general? O que o senhor acha disso? É pouco ou muito? Gostaria de saber a sua opinião!

General da reserva Augusto Heleno (Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Gente, esse “pequeno” salário do general Heleno – de R$ 19 mil mensais líquidos – o coloca entre o 1% mais rico entre os brasileiros, mas Heleno não está satisfeito. “Eu tenho vergonha do que eu recebo do Exército, isso eu tenho vergonha. Se eu mostrar pro (sic) meu filho que eu sou general de Exército, e ganho líquido 19 mil reais”. É mesmo general? Que coisa hein!
O general da reserva Augusto Heleno, foi indicado para ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI).
Ele falou à imprensa nesta quarta-feira (10), no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde funciona o gabinete de transição de governo. Ele reclamou, disse ter “vergonha”, sinalizando que os R$ 19 mil seriam pouco, mas não revelou quanto vai faturar no GSI. Claro que vai faturar como ministro-chefe do gabinete e continuar com o “mísero” ordenado de general.
Então, me cabe perguntar: o general Heleno ficará satisfeito?
Heleno participava de uma audiência pública para falar sobre o caso do sargento da Aeronáutica Manoel Rodrigues Silva, preso em flagrante na Espanha, em 27 de junho, depois de desembarcar do avião presidencial reserva com 39 quilos de cocaína.
Escandaloso episódio que o general, ao que tudo indica, faz de conta que não aconteceu!
O ministro respondia a questionamento do deputado David Mirand (PSOL-RJ), que quis saber porque os últimos três salários de Heleno no Comitê Olímpico Brasileiro (COB) ultrapassaram R$ 50 mil. O general foi contratado para ser diretor de Comunicação e Educação Corporativa do COB.
E, honestamente, ele não esconde: “Nos três últimos meses no COB, levantaram meu contracheque e viram que chegou a cinquenta, cinquenta e um mil”, disse. “Outra coisa, o dinheiro do COB sai do valor apostado da Caixa Econômica nos diversos concursos.
O general Heleno diz que existe uma controvérsia: “Este valor há uma discussão que até hoje não se chegou à conclusão se é dinheiro público ou não”, rebateu.
E na maior, continuou: “Eu ganhava honestamente, trabalhava muito no COB, formamos mais de 1000 gestores. Não tenho vergonha nenhuma de ter sido bem pago”, explicou. Então tá, general!
Ele foi diretor do COB no mandato de Carlos Arthur Nuzman e estava na entidade em outubro de 2017, quando Nuzman foi preso acusado de corrupção. O pedido de prisão foi decretado porque houve uma tentativa de ocultação de bens quando a polícia cumpriu um mandato de busca e apreensão na casa do ex-presidente do COB.
Entre os bens ocultados, havia dinheiro vivo e os certificados de 16 quilos de ouro que Nuzman mantinha num cofre na Suíça. Apesar de ser general, da área de segurança e diretor do COB, Heleno nunca esclareceu sua posição no episódio – se sabia ou não do que acontecia na entidade. Estranho, muito estranho!
Em termos de comparação, segundo a calculadora do Nexo Jornal sobre o seu salário mediante a realidade do Brasil, os R$ 19 mil recebidos por Heleno o colocam acima de 99% de toda a população brasileira.
Vamos tentar entender o posicionamento do general Heleno. Os ministérios do Brasil são órgãos do Poder Executivo federal brasileiro. Desde janeiro de 2019, são 22 pastas ministeriais, sendo 16 ministérios, duas secretarias e quatro órgãos equivalentes a ministérios.
Cada ministério é responsável por uma área específica e é liderado por um ministro ou ministro-chefe. O titular da pasta é escolhido pelo Presidente da República.
Os ministérios elaboram normas, acompanham e avaliam os programas federais, formulam e implementam as políticas para os setores que representam. São encarregados, ainda, de estabelecer estratégias, diretrizes e prioridades na aplicação dos recursos públicos.
É muita coisa, assim o general Heleno vai acabar pedindo
aumento ao presidente Bolsonaro. É ou, não é?

Moral da história: Se R$ 19 mil por mês é vergonhoso para o general Heleno como será, para os milhões de brasileiros, encarar o mísero salário mínimo de R$ 998?

Amigos muito breve estarei com este meu BLOG ao vivo no Facebook, com o apoio do Fatos & Notícias

É Isso Aí
Jorge Rodrigues Pacheco
Advogado, Jornalista, Radialista e Analista Político
jorgepachecoindio@hotmail.com

Haroldo Cordeiro Filho

Haroldo Cordeiro Filho

Jornalista haroldojornalfatosenoticias .es@gmail.com
Luzimara Fernandes

Luzimara Fernandes

Jornalista redacaojornalfatosenoticias .es@gmail.com
Rafaela Rangel

Rafaela Rangel

Nutricionista CRN-ES 08100271-rafaelarangel. nutricionista@gmail.com
Jorge Pacheco

Jorge Pacheco

Advogado, Radialista e Jornalista redacaojornalfatosenoticias .es@gmail.com

Sobre nós

Nossa missão é informar de maneira isenta e independente e ser referência, no Estado, em conteúdo focado na responsabilidade social e ambiental.

Contatos

  • Vitória - ES - Brasil
  • (27) 3070-2951
  • jornalfatosenoticias.es@gmail.com

Clima

booked.net

© Copyright 2019 - 2021 - Jornal Fatos & Notícias.