OUÇA A RÁDIO

Russos conseguem fazer computador quântico "voltar no tempo"

A pesquisa, no entanto, não aponta uma forma de humanos voltarem ao passado

Redação Fatos & Notícias

O resultado pode mudar o futuro da computação física quântica (Foto: Nick Webb/Reprodução)

Um experimento conduzido por cientistas russos conseguiu restaurar o computador quântico público da International Business Machines (IBM) para um estado anterior em que se encontrava. Ou seja, eles conseguiram fazer com que o sistema “voltasse no tempo”. Uma pesquisa sobre o assunto foi publicada na revista Nature Scientific Reports.
De acordo com o portal Futurism, é improvável que a solução da pesquisa possa ser aplicada a uma “máquina do tempo” para pessoas. Ainda assim, o resultado pode mudar o futuro da computação física quântica e da compreensão que temos sobre o tempo em si.
“Criamos artificialmente um estado que evolui em uma direção oposta à da flecha termodinâmica do tempo”, disse Gordey Lesovik, físico quântico do Instituto de Física e Tecnologia de Moscou, líder do projeto de pesquisa, em uma nota.
Conduzido pela equipe de pesquisadores de Lesovik e cientistas do Laboratório Nacional Argonne, nos Estados Unidos, o experimento tinha como objetivo reverter o tempo em um único elétron.

Criamos artificialmente um estado que evolui em uma direção oposta à da flecha termodinâmica do tempo

“Esse é um trabalho de uma série de estudos sobre a possibilidade de violar a segunda lei da termodinâmica. A lei se relaciona à noção da flecha de tempo, que supõe uma direção temporal: do passado ao futuro”, escreveram os cientistas no artigo. “Aqui mostramos que, enquanto na natureza a conjugação complexa necessária para a reversão do tempo pode parecer exponencialmente improvável, pode-se projetar um algoritmo quântico que inclui conjugação complexa e, assim, inverter um dado estado quântico”.
Após inúmeros testes, os cientistas conseguiram restaurar em 85% o estado anterior do computador quântico. Os pesquisadores realizaram o experimento em sistemas de dois e três qubits; mas apenas foi possível realizá-lo no primeiro modelo.

Esse é um trabalho de uma série de estudos sobre a possibilidade de violar a segunda lei da termodinâmica. A lei se relaciona à noção da flecha de tempo, que supõe uma direção temporal: do passado ao futuro

Fonte: Galileu.com

Haroldo Cordeiro Filho

Haroldo Cordeiro Filho

Jornalista haroldojornalfatosenoticias .es@gmail.com
Luzimara Fernandes

Luzimara Fernandes

Jornalista redacaojornalfatosenoticias .es@gmail.com
Rafaela Rangel

Rafaela Rangel

Nutricionista CRN-ES 08100271-rafaelarangel. nutricionista@gmail.com
Jorge Pacheco

Jorge Pacheco

Advogado, Radialista e Jornalista redacaojornalfatosenoticias .es@gmail.com

Sobre nós

Nossa missão é informar de maneira isenta e independente e ser referência, no Estado, em conteúdo focado na responsabilidade social e ambiental.

Contatos

  • Vitória - ES - Brasil
  • (27) 3070-2951
  • jornalfatosenoticias.es@gmail.com

Clima

booked.net

© Copyright 2019 - 2021 - Jornal Fatos & Notícias.