Política

Pré-candidato fala de universidade pública na Serra

“Pretendo desenvolver projetos para reforços escolares, com crianças e adolescentes que possuem dificuldade de aprendizado e, junto com o Executivo, buscar recursos para implantação de uma universidade pública gerida totalmente pelo município”

William Fernando Miranda é advogado e morador da região de Carapina, na Serra, há 30 anos. Nesta entrevista à Coluna Olhar de uma Lente, o pré-candidato falou o que pensa sobre as últimas gestões municipais e os desafios que a Serra deve enfrentar para crescer e despontar como modelo no cenário capixaba e até nacional.
Segundo William, a Serra é uma cidade que tem todos os parâmetros para se desenvolver extraordinariamente, pois fica bem localizada entre as montanhas e o litoral, o que oferece um leque de opções para o município explorar e se desenvolver. No entanto, o que vemos atualmente é uma cidade engessada com vários problemas nas áreas de educação, de saúde. Temas que são muito relevantes para a população.
“Vejam a nossa saúde, é um verdadeiro colapso. Nesse quesito, o nosso município está na idade da pedra. A Serra gasta uma fortuna com pessoal e papel só para gerir a saúde. Vários municípios, com arrecadação muito menor que a nossa, já estão com o sistema de marcação de consulta totalmente informatizado, o que otimiza o atendimento ao público”, diz.
“Acorda cedo, cedo que eu digo às 4h da madrugada, e faz uma visita aos postos de saúde que você vai encontrar uma fila, uma concentração grande de pessoas somente para marcar consulta. Nada disso seria necessário se tivéssemos o sistema digitalizado, um aplicativo resolveria parte desse problema. Ainda na saúde, pretendo trabalhar para abastecer as farmácias públicas com medicamentos e buscar atingir toda a demanda existente. Precisamos humanizar esses atendimentos, através de leis que obriguem as ofertas desses atendimentos com hora marcada”, acrescenta.

(Foto: Prefeitura de Canoas)

Outro ponto que a administração pública municipal deixa a desejar é a área da educação. Apesar de ser um problema nacional, não se pode deixar de destacar os números ínfimos do município.
“Na educação, quero lutar por maior remuneração e valorização dos professores, além de propor a realização de cursos de qualificação e reciclagem aos profissionais gratuitamente. Os jovem também terão acompanhamento. Pretendo desenvolver projetos para reforços escolares com crianças e adolescentes que possuem dificuldade de aprendizado e buscar, junto ao Executivo, recursos para implantação de uma Universidade Pública, gerida totalmente pelo município. Quero ver a Serra seguindo o exemplo de Linhares, que tem isso e a Serra não”, pontua.
William também explica que pretende atuar de acordo com o que exige a função de vereador, além de incentivar a prática esportiva nos jovens, sem esquecer da importância cultural para o desenvolvimento econômico e social do município. “Fiscalizarei o dinheiro público e cobrarei, do Executivo, ações que possam inserir o jovem às atividades esportivas no município. Uma das ações propostas, visa buscar talentos nas escolas e direcioná-los a treinamentos específicos na modalidade em que se destacar, oferecendo posteriormente a logística necessária para disputa de competições pelo País, colocando o nome de Serra em evidência no cenário Nacional. O mesmo destaque dado ao esporte, também terá a cultura. Entre eles, o incentivo para os pratas da casa e a criação de leis que proporcionem aos artistas locais o direito de se apresentarem em espetáculos promovidos com recursos públicos ou privados no município”, esclarece.

(Foto: YouTube)

Quando o assunto é meio ambiente, William sabe que esta área é uma mina de ouro, se bem explorada. “Pretendo desenvolver a expansão do trabalho de coleta seletiva de resíduos. Atualmente são poucos os bairros atendidos nessa modalidade em nosso município. Dados divulgados pelo Ministério do Meio Ambiente apontam que apenas 13% do lixo produzido nas cidades brasileiras são reciclados. Se pensamos em preservar o meio ambiente devemos começar pelo que descartamos. Apesar de saber que o que vou falar não está diretamente ligado ao meio ambiente, outra preocupação minha é com nossos animais. Vou propor, por meio de projetos, uma política de atenção, adoção, esterilização e de tratamento veterinário, quando for o caso. Vamos propor ao Executivo fortalecer as parcerias com as organizações não governamentais que tratam de animais, para incentivar a adoção e esterilização de cães e gatos abandonados, bem como trabalhar para colocar em prática a Lei Municipal 4583/2016”.
Ao finalizar o bate-papo, William volta a frisar o potencial que o município tem para alavancar de vez. “Quero dizer a todos os leitores dessa coluna que a Serra é um município rico que tem a segunda maior arrecadação do Estado, temos uma geografia privilegiada, plana e com uma riqueza natural exuberante e é lutando por todas essas ideias que pretendo colaborar para fazer do meu município o melhor lugar para se viver”, completa.

Haroldo Cordeiro

Haroldo Cordeiro

Jornalista – DRT: 0003818/ES Coordenador-geral da ONG Educar para Crescer

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish