Tecnologia

Em 2027 teremos um hotel no espaço!

A startup Orbital Assembly Corporation da Califórnia anunciou planos para iniciar a construção do primeiro hotel espacial do mundo em 2025

Já pensou poder tirar férias no espaço sideral? Bem, esse sonho pode estar mais próximo da realidade do que da ficção científica. Situado dentro da estação Voyager — uma nova estação espacial que pode estar operacional já em 2027 — o hotel estrelar, da startup estadunidense Orbital Assembly Corporation, abrigará restaurantes, um cinema, spa e quartos para 400 pessoas.
“Nossa órbita e elevação planejada para a estação de viagem é de 97 graus e 500-550 km”, disse a Orbital Assembly em um post do Twitter. “Esta é uma órbita polar sincronizada com o sol que reduzirá o estresse térmico e permitirá a geração de energia solar quase contínua. Lá, a degradação da órbita e o risco de detritos espaciais serão nominais”.
Autoproclamada como a primeira empresa de construção em grande escala do mundo, a Orbital Assembly disse que a estação de viagem terá mais de 11.600 m² de espaço habitável em módulos e tubos de acesso; 200 m de diâmetro total; uma massa estimada de 2.418 toneladas métricas; e um volume estimado de 51,104 m³.

Foram alocados 24 módulos como habitação, medindo 12 metros de diâmetro e 20 metros de comprimento. Cada um deles oferece um total de 500 m² de superfície habitável distribuída por 3 pisos. Pelo menos 12 módulos serão dedicados a quartos e suítes de hotel. Haverá suítes de luxo de 126 m², quartos de luxo de 62 m² e quarto standard de 30 m². A ocupação máxima da estação é de 316 a 440 pessoas, dependendo da configuração final do módulo.
“Com a Voyager Station não queremos ter de desenvolver nenhuma nova tecnologia, queremos que sejam tecnologias que já estão em mãos, estamos apenas aplicando de novas maneiras para obter uma estrutura e uma instalação como essa.” Disse Tom Spilker, CTO da Orbital Assembly.

Foto de capa: Orbital Assembly Corporation/Designboom

Fonte: Casa

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish