Tecnologia

Nasa construirá telescópio espacial “caçador de asteroides”

A Nasa aprovou o desenvolvimento e a produção de um telescópio espacial infravermelho que será uma espécie de “caçador de asteroides”. De acordo com a agência espacial dos Estados Unidos, o equipamento deverá proteger a Terra de corpos celestes que possam ameaçar o planeta de alguma forma.
O equipamento será batizado de Near-Earth Object Surveyor (NEO Surveyor, em tradução livre), Pesquisador de Objetos Próximos da Terra, e será desenvolvido no Jet Propulsion Laboratory, em Pasadena, no estado da Califórnia. O novo telescópio faz parte dos esforços de defesa planetária da Nasa para identificação de asteroides potencialmente perigosos que se encontrem a pelo menos 50 milhões de quilômetros da órbita terrestre.
“O NEO Surveyor terá a capacidade de aumentar rapidamente a velocidade com que a Nasa é capaz de descobrir asteroides e cometas que podem representar um perigo para a Terra”, disse o cientista chefe do programa, Mike Kelley, ao Futurism. “Ele está sendo projetado para descobrir 90 por cento dos asteroides de 140 metros de tamanho ou maiores dentro de uma década de lançamento”, completou Kelley.

Quanto antes, melhor
A detecção precoce de asteroides potencialmente perigosos é a forma mais eficiente de defender a Terra deste tipo de ameaça. Quanto mais cedo um asteroide for detectado, mais cedo será possível desviar ou destruir o objeto.
A Nasa, inclusive, planeja testar um método de deflexão de asteroides ainda este ano, para isso, será enviada uma nave para impactar diretamente um asteroide para verificar se é possível mudar sua velocidade e trajetória.

Detecções precoces podem ser o mecanismo mais eficaz para evitar desastres causados por meteoros e meteoritos (Foto: Oliver Denker/Shutterstock)

O NEO Surveyor, porém, não irá “lutar” contra nenhum asteroide. Ele será colocado na órbita da Terra, de onde usará seus sensores infravermelhos para descobrir qualquer asteroide na vizinhança.
Atualmente, a função de detecção de asteroides é desempenhada por telescópios instalados no solo, porém, esses equipamentos não conseguem detectar os corpos celestes durante o dia por conta do brilho do Sol.
Por usar sensores infravermelhos, o NEO Surveyor poderá detectar asteroides mesmo que eles estejam vindo da direção do sol. “Ao procurar asteroides mais perto da direção do sol, o NEO Surveyor ajudaria os astrônomos a descobrir riscos de impacto que poderiam se aproximar da Terra do céu diurno”, disse a pesquisadora da Nasa, Amy Mainzer.
Para a pesquisadora, o novo telescópio também aumentará a capacidade da Nasa de determinar os tamanhos e características específicas de asteroides recém-descobertos usando luz infravermelha, complementando observações correntes conduzidas por radares e observatórios baseados na Terra.

Foto de capa: Nasa/JPL-Caltech

Fonte: Olhar Digital

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish