Meio ambiente

Chuvas trazem salmão que não era visto há 25 anos de volta à Califórnia

Ameaçado de extinção, o Salmão Coho é visto retornando aos locais de desova após precipitação

Não foram apenas os fazendeiros que saíram ganhando após as fortes chuvas que inundaram a Califórnia no final de 2021, o quase extinto Salmão Coho também foi beneficiado pelas precipitações. “Vimos peixes em lugares onde eles não estavam há quase 25 anos”, afirmou Preston Brown, diretor de conservação de bacias hidrográficas da Salmon Protection and Watershed Network  (Spawn).
A Califórnia recebeu mais chuva de outubro a dezembro do que nos 12 meses anteriores, de acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia. Tal abundância chegou a tempo para a estação de desova da espécie, entre novembro a janeiro deste ano, na bacia de Tomales Bay, ao norte de São Francisco, permitindo que alguns peixes chegassem aos afluentes do Lagunitas Creek.
A chuva pode ter sido apenas uma pausa na épica seca de 20 anos do estado, que impactou diretamente no abastecimento de peixes, nas fazendas e nas cidades em crescimento da região. Especialistas dizem que o estado precisa de vários anos chuvosos seguidos para reabastecer os reservatórios. Enquanto isso, os peixes estão se beneficiando, colocando ovos em ninhos onde os bebês eclodem e passam a maior parte de sua vida juvenil. Eles então nadarão para o oceano como adultos e retornarão a mesma área para desovar.

Fonte: Um Só Planeta

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish