Saúde

Conheça os sinais de defeito cardíaco em crianças

Na maioria das vezes, um defeito cardíaco é frequentemente detectado logo no nascimento, então é muito importante prestar atenção quando uma criança fica tonta, desmaia ou diz que seu coração está “apitando”. Esses sinais de alerta são como uma mudança no condicionamento físico e não devem ser esquecidos.
Dr. Stephen Cyran, cardiologista pediátrico do Penn State Health Children’s Heart Group, na Pensilvânia, disse que avaliar uma criança com esses sintomas é importante para garantir que nada seja esquecido e que possa se tornar fatal.
“Embora de 80% a 85% dos defeitos cardíacos estruturais sejam frequentemente detectados antes ou no nascimento, alguns não se manifestam até mais tarde, por isso é importante informar ao pediatra ou médico de família do seu filho sobre quaisquer mudanças que você ou seu filho percebam”, falou em um comunicado à imprensa da Penn State.
Isso porque os três principais motivos para encaminhamento ao consultório são: sopro no coração, tontura ou desmaio e dor no peito. As causas desses sintomas podem variar, a sensação de “bipe” pode ser um batimento cardíaco irregular ou que uma criança nasceu com a síndrome de Wolff-Parkinson-White, por exemplo.
Além disso, a ausência de exercício também pode ser um sinal de um buraco na parede entre as duas câmaras do coração. Já tonturas ou desmaios associados a exercícios pode ser uma condição hereditária.
Em bebês, uma doença cardíaca não diagnosticada pode ser identificada pelo azulado dos lábios em um ambiente quente, suor durante as mamadas e mudanças no comportamento alimentar. Outro fator importante é o histórico familiar como colesterol alto, ataques cardíacos precoces e marca-passos.
“Se vovô morreu aos 35 anos enquanto corria, ele provavelmente tinha batimento cardíaco irregular devido à cardiomiopatia hipertrófica. Esses tipos de fatos históricos deveriam deixar qualquer pai, técnico ou médico preocupado”, explicou Cyran.
Por isso, é de extrema importância manter os exames regulares de saúde para detectar um novo sopro, alteração na frequência cardíaca ou pressão alta.

Fonte: Olhar Digital

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish