Política

Comunidade de Fundão exige retirada de antena de telefonia obsoleta

Moradores da comunidade de Enseada das Garças, município de Fundão/ES, exigem das autoridades competentes a retirada imediata da torre de telefonia, localizada na rua dos Carcará. Segundo eles, a torre os expõem a radiações cancerígenas, problema já comprovado por pesquisadores.
Para Cláudia Bernardo, professora aposentada e proprietária de casa na localidade há mais de 15 anos, eles estão expostos à radiação que essas antenas de telefonia celular emitem. “Nossa saúde está em risco e sabemos que este tipo de antena, além de obsoleta, não é permitida a sua instalação em bairros residenciais, próximo a hospitais, escolas, etc. Enseada é um balneário de grande riqueza natural e procuramos desfrutar com consciência o que nos tem a oferecer, apesar de estar abandonada por seus representantes municipais”, reclama.
Irani Bustamante, pedagoga aposentada e que reside na Enseada das Garças, se diz favorável à retirada. “Sou a favor da retirada da torre telefônica… O responsável deverá procurar um lugar adequado para a instalação da mesma, além dos prejuízos que provoca à nossa saúde ela interfere na beleza natural do local”, finaliza.
Informações técnicas: Segundo pesquisas, imóveis e terrenos que ficam a uma distância de até 300 metros destas torres podem receber a influência negativa de ondas eletromagnéticas emitidas pelas torres e cabos de alta tensão. Casos como esses podem provocar sérios problemas. Elas também têm sido associadas a dores de cabeça, perda de memória, câncer e doenças cardíacas entre outras.

Haroldo Cordeiro

Haroldo Cordeiro

Jornalista – DRT: 0003818/ES Coordenador-geral da ONG Educar para Crescer

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish